Mecanismo de fonação

 

Para muitos de nós, a fala é um fenômeno comum, que faz parte do dia-a-dia. No entanto, seu mecanismo fisiológico é bastante complexo. Durante uma simples conversa, as pregas vocais vibram em alta velocidade, chegando a 200 ciclos por segundo.

A quantidade de vezes que as pregas vocais vibram forma uma onda sonora, que varia de pessoa para pessoa. Nos homens, esse número de ciclos fica em torno de 125 vezes por segundo, enquanto as mulheres podem atingir até 250 vibrações por segundo. É esta diferença que faz com que a voz dos homens seja mais grave (grossa), e a voz feminina mais aguda (fina). Esta variação recebe o nome de frequência, assim quanto maior o número de ciclos vibratórios, mais aguda a voz será.

Ao observarmos alguém falando, além de notarmos se a voz é grave ou aguda, também é comum dizermos que determinada pessoa fala muito alto ou muito baixo. Nesse caso, entra em jogo a intensidade vocal, que nós normalmente nos referimos como volume. Basicamente, a intensidade tem a ver com a amplitude da vibração da onda sonora e a pressão que exerce no ar.

Para uma voz saudável, é importante utilizar uma frequência e intensidade confortáveis, adequadas ao seu estilo. Embora esses processos pareçam complicados, a boa notícia é que a voz pode ser trabalhada para promover os ajustes necessários à sua demanda vocal. Conte com um fonoaudiólogo para ajudá-lo nesse processo!

Sem comentários

Deixe um comentário