Coordenação da respiração e produção da fala

 

 

Além de ter uma respiração adequada à sua demanda vocal, como vimos no post anterior, é importante que haja equilíbrio entre a coordenação da respiração e a produção da fala ou canto. Estou me referindo à coordenação pneumofonoarticulatória, relação entre as forças expiratórias, estruturas mioelásticas da laringe e musculares da articulação.

Embora o nome seja comprido, uma fala com coordenação pneufonoarticulatória adequada transmite a quem ouve a sensação de estabilidade, domínio da fonação e harmonia. Por outro lado, se estiver comprometida o resultado é uma fala com pouca inteligibilidade.

Mas como acontece esse desequilíbrio?

Se a quantidade de ar não é suficiente para dar conta do que você precisa fazer com a sua voz, seja na fala, no canto, em locuções ou apresentações, pode haver um desequilíbrio no percurso da respiração, gerando alterações como hipercontração da musculatura laríngea, excesso de ar na fonação ou exagero na produção dos sons.

Se sentir dificuldade ou cansaço para falar, um fonoaudiólogo poderá avaliar como anda a relação da respiração com a sua voz.

Sem comentários

Deixe um comentário