Como tornar a comunicação mais clara, eficiente e atraente?

Uma boa comunicação depende de diversos fatores combinados entre si. Dicas relacionadas ao jeito certo de respirar, articular os sons da fala, modular a voz e usar os gestos podem ser úteis e provocar mudanças positivas no padrão comunicativo. Mas, são orientações abrangentes que não levam em conta as singularidades e oferecem, em geral, poucas pistas de como tornar a comunicação, de fato, mais eficiente.

Em 25 anos de atuação, observo que mudanças no comportamento vocal e no padrão de comunicação costumam ocorrer de forma efetiva quando se baseiam em três importantes pilares: auto-observação; ampliação do repertório e vivência de novos desafios e prática.

Auto-observação
É preciso olhar para a forma como nos comunicamos, a partir de nossa história e nossas vivências, observar os padrões de comunicação conforme ocorrem e avaliar nosso desempenho de maneira receptiva e sem julgamento. Assim, visualizamos nossa expressão sob novos ângulos e abrimos espaço para fazer ajustes e modificar a forma como nos comunicamos.

Ampliação do repertório e vivência de novos desafios
Conectar-se a diferentes interlocutores, explorar assuntos variados, buscar situações diversas como conversas em pequenos ou grandes grupos, apresentar-se em reuniões, aulas e cursos. Todas essas oportunidades devem ser aproveitadas. É interessante perceber o que chama atenção de forma positiva, em si e no outro. Quanto mais experimentar, maiores serão as chances de saber o que é necessário adequar para que a sua comunicação seja efetiva e assertiva.

Prática
É necessário treinar para que novos padrões de comunicação sejam incorporados, observando-se as características individuais de cada um. A prática envolve planejamento, definição de exercícios, experimentação e muita repetição para alcançar o controle sobre suas habilidades de comunicação. Afinal, para que sejam feitas novas conexões, não basta conhecer as teorias, é preciso experimentá-las.

O resultado? Sua comunicação nunca mais será mesma!

Sem comentários

Deixe um comentário