A boa comunicação vai muito além da articulação da fala.

Articulação “embolada”, problemas na pronúncia e dicção? Muitas queixas referentes à falta de clareza na comunicação passam por questões como essas, mas será que é só isso mesmo?

A avaliação fonoaudiológica pode confirmar alterações no padrão articulatório, mas após a realização da terapia com exercícios específicos, se a percepção de falta de clareza persiste, outras questões podem estar associadas.

É comum, por exemplo, que outras pessoas tenham dificuldade para entendê-lo pedindo para que repita a informação, em alguns momentos pode ser difícil manter uma conversa sem ser interrompido ou ainda perder o foco em apresentações mais longas. Por isso, além de melhorar o padrão articulatório, podem ser necessários exercícios que envolvam habilidades de linguagem, relacionadas à escolha do vocabulário, estruturação das frases, construção da fala e encadeamento das ideias, além de uma melhor forma de apresentar, desenvolver e concluir a exposição de um tema qualquer.

Se falta clareza na hora de se comunicar, pessoal ou profissionalmente, busque um profissional habilitado que compreenda a importância de identificar todas as questões envolvidas nesse processo, considerando tanto forma como conteúdo.

Sem comentários

Deixe um comentário